sábado, 7 de maio de 2011

“Candidato”Coelho e Garcia Pereira invadem RTP!

José Manuel Coelho, (Partido Trabalhista Português) e Garcia Pereira (PCTP/MRPP) invadem RTP com cartazes que diziam "Televisões só convidam os cinco ladrões"!
José Manuel Coelho, (Partido Trabalhista Português) e Garcia Pereira (PCTP/MRPP) escaparam à segurança, passaram a portaria e invadiram a propriedade da estação pública com um grupo de manifestantes com cartazes que diziam "televisões só convidam os cinco ladrões".
Os protestos deveram-se ao facto de estes partidos não estarem incluídos no lote de debates que as televisões vão fazer até 20 de Maio.
"in Diário de Noticias"
O “candidato” Coelho nas presidenciais, disse verdades, que toda a gente vê mas ninguém tem coragem de falar.
O Garcia Pereira, não me identificando com o partido dele, admiro-o como bom advogado, defende causas dos trabalhadores e quase sempre as vence!
Se vivemos em democracia, que pressupõem haver igualdade de tratamento e de direitos é absolutamente inaceitável que os pequenos partidos não possam estar em pé de igualdade com os grandes.
Como podemos ouvir as ideias de todas as correntes políticas se nos é imposta pela comunicação social sempre os mesmos 5 ?
Cavaco Silva ainda agora disse: “é preciso dar voz aos mais fracos”! (esta é para rir)

4 comentários:

João Carvalho Fernandes disse...

Pois, mas o "Televisões só convidam os cinco ladrões" foi da Nova Democracia, que não é citada na notícia...

http://joaocarvalhofernandesaoparlamento.blogspot.com/

mgomes disse...

A extrema esquerda esta e eatara sempre unida com a extrema direita!

Anónimo disse...

A extrema-Esquerda sempre unida(?) à Extrama-Direita???
Deixe-se lá de Falácias, o Garcia Pereira é um homem que é muito mais do que esse chavão de extremista, vive neste regime e combate a inustiça,defendendo simplesmente a Constituição, já o mesmo não faz o próprio sistema...

Glória

Manuel Pinto disse...

É mal feito e talvez ilegal os meios de comunicacao nao permitirem que os representantes de todos os partidos que se candidataram para os destinos do País, possam estar em debates públicos para mostrarem as suas posições e os seus projectos para o país, como estão a permitir aos restantes cinco partidos. Isto demonstra que estão as desprezar as minorias e prebeligiam os poderosos. Mal feito, os pequenos também têm direito a esclarecer o publico em geral, ou só querem no poder os poderosos para roubarem ainda mais.